Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

General Pinóquio, passa mal é atendido e depois disse que não passou mal

O depoimento do ex- ministro Eduardo Pazuello, irritou os parlamentares que viram de forma clara muitas contradições em suas respostas em uma frustrada tentativa de defender o presidente Bolsonaro.
Pazuello foi desmentido ao afirmar que soube da crise de Manaus em 10 de maio, quando existem provas documentais que ele sabia da crise antes
Ele também disse que o TCU recomendou a não compra das vacinas da PFIZER o TCU enviou uma mensagem a CPI desmentindo
Pazoello disse que o presidente Bolsonaro, nunca interrompeu a compra das vacinas, mas existem vídeos com declarações públicas do presidente, afirmando que não compraria a vacina Coronavac. O ministro argumentou que foi uma declaração pública do político Bolsonaro e não considera isso uma ordem governamental, como se as declarações de Bolsonaro fossem de pessoas separadas, um político e um governo
Pazuello desmentiu o médico e Senador, Otto Alencar que prestou atendimento e ele, e negou que tenha passado mal.
A interrupção e adiamento do depoimento, piora a imagem do governo, que terá mais um dia de holofote negativo, além disso, os parlamentares que ainda farão perguntas, terão tempo para analisar suas respostas e vão desmascarar as contradições