Gilmar Mendes fez um pronunciamento histórico no STF

Gilmar Mendes fez um pronunciamento histórico hoje (28/06) no STF, entre outras afirmações ele disse que o STF deve obediência a constituição e não ao procurador Janot.
Disse que pede ao Espírito Santo para que ilumine o STF para que não cometa injustiças, mas se o Espírito Santo não atender, que pelo menos o STF tenha senso do ridículo. Porque segundo ele, o STF perdeu o senso de ridículo.
Gilmar cita que estão abrindo processos prescritos apenas para expor o denunciado ao público, já se sabendo que não vai ocorrer punição e que essa atitude é um ato político.
Cita que Andre Esteves foi acusado injustamente e posteriormente, após o banco falir, foi descoberto que quem fez o crime foi Bumlai e não Andre Esteves.
 
Disse que se o acordo de Joesley foi feito sem legalidade, ´precisa ser revisto e muitos dos colegas estão afirmando que isso não é possível.
 
Gilmar citou o pedido injusto segundo ele da prisão, do, ex- presidente Sarney, por uma conversa, gravada por Sérgio Machado, no leito de um hospital.
Gilmar fala que estamos em um estado policialesco

Deixar uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial