Gilmar nega que tenha pedido a cassação do registro do PT

BRASÍLIA – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, rebateu nesta segunda-feira, 8, as criticas do PT e afirmou que não pediu “a extinção” da legenda. Segundo ele, outros partidos poderão ser alvos de investigação caso tenham se beneficiado de recursos públicos desviados da Petrobrás.

“Sem dúvida nenhuma. Esta questão terá que ser colocada a outros partidos, se for o caso”, afirmou.  ( Estadão)

CLARO QUE TODOS OS PARTIDOS DEVEM SER INVESTIGADOS, MAS SE COMPROVADO OS CRIMES DO PT OU DE OUTROS QUE VIOLEM A LEI ELEITORAL, DEPENDENDO DO CRIME, A LEGISLAÇÃO RECOMENDA A EXTINÇÃO DO PARTIDO.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial