Governo pretente acabar com a estabilidade dos futuros funcionários públicos

O Jornal da CBN entrevistou o deputado Fernando Monteiro (PP-PE), presidente de uma comissão instalada nesta semana para discutir a Reforma Administrativa. Ele afirmou que os servidores públicos já contratados não perderão a estabilidade

Retirar a estabilidade dos próximos concursados, vai prejudicar a qualidade dos serviços públicos e diminuir a qualidade dos funcionários. Se não tem estabilidade, os que são capazes vão procurar a iniciativa particular.

Quem estuda para um concurso super concorrido, e é aprovado, possui capacidade e conhecimentos. Se não existir estabilidade no serviço público, haverá demissão por motivos políticos e uma queda na qualidade dos funcionários e dos serviços.

Não se pode assumir compromissos financeiro a longo prazo quando não existe garantia de estabilidade no trabalho. Ficará mais difícil por exemplo, comprar um imóvel financiado, porque basta atrasar a prestação por motivo de desemprego,  o  imóvel vai para leilão.