Governo de SP toma medidas preventivas para evitar conflitos em presídios

Setenta e um presos foram transferidos por ordem de  Lourival Gomepela , titular  da  Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (SAP)  de São Paulo.

Os presos foram para uma prisão mantida em sigilo para evitar que a guerra de facções, que já matou 113 presos em quatro Estados desde outubro.

 

Os detentos transferidos, pertenciam a três facções: Comando Vermelho (CV), Família do Norte (FDN) e Okaida – esta, cujo nome é uma adaptação de Al-Qaeda, atua em Alagoas, Pernambuco e Paraíba. Além disso,  dezesseis  líderes do PCC, entre eles o chefão Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola,  estão isolados no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD).

As medidas são para evitar que ocorra rebeliões e mortes em presídios de São Paulo