Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Homem gritava ‘vamos ver quem é eleitor de Lula’ enquanto esfaqueava vítima

É ISSO QUE VC DESEJA PARA NOSSO PAÍS? PRECISAMOS DE PAZ.  QUEM ESTIMULA O ÓDIO EM A VIOLÊNCIA? OS BOLSONARISTAS ( JORGE RORIZ)

 

Edmilson Freire da Silva deve passar por audiência de custódia nesta terça-feira, 27

Edmilson Freire da Silva, de 59 anos, foi preso pela Polícia Civil do Ceará nesta segunda-feira, 26, em cumprimento de mandado de prisão preventiva suspeito de matar um homem em um bar no município de Cascavel, por motivação de discussão política no sábado, 24.

Conforme O POVO apurou, enquanto esfaqueava a vítima, identificada como Antônio Carlos Silva Lima, ele falava “vamos ver quem é eleitor de Lula aqui”, informaram testemunhas. Nesta terça-feira, 27, Edmilson deve passar por audiência de custódia.

O homem responde na Justiça por lesão corporal contra a própria companheira no ano de 2020 e chegou a ser preso em flagrante na época. As primeiras informações sobre o crime ocorrido no sábado, 24, são de que a motivação do crime está relacionada a questões políticas.

Cinco pessoas foram ouvidas pela Polícia Civil do Ceará, entre elas, o dono do bar, três clientes e um vizinho. As pessoas afirmaram que Edmilson chegou armado com uma faca ao local e começou a perguntar sobre política, em quem as pessoas iam votar. Carlos confirmou ser eleitor do ex-presidente Lula.

Na versão de Edmilson fornecida à Polícia, ele nega os fatos e diz que a vítima começou a perguntar e a falar sobre política e alega que foi agredido pela vítima e teve que se defender.

Edmilson foi detido por meio de mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado, por motivo torpe, que foi solicitado à Justiça por meio da Delegacia de Cascavel. O responsável por representar pela prisão foi o delegado Josafat Araújo Carneiro Filho. Se condenado, ele pode ter a pena de reclusão de 12 a 30 anos.

Fonte: CORREIO