Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Homem invade escola e mata crianças com um facão

Um homem de 18 anos invadiu uma creche municipal na cidade de  Saudades,  oeste de Santa Catarina, na manhã desta terça, e atacou alunos e professores com uma “arma branca”. Segundo a Polícia Civil, foram confirmadas as mortes de cinco pessoas
As vítimas: três crianças com dois anos ou menos, uma professora e uma auxiliar. Não se sabe os motivos do crime. O  nome do homem  não foi divulgado.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem invadiu a escola por volta das 10h. Ele primeiro atacou uma professora de 30 anos que estava na entrada do prédio. A vítima chegou a correr do suspeito, mas foi alcançada pelo homem e morreu na escola. Após atacá-la, ele teria entrado em uma sala de aula e desferido os golpes em crianças. No local havia quatro alunos e uma funcionária da escola na sala.
Segundo o prefeito da cidade, Maciel Schneider, será decretado luto de três dias, suspendendo todas as atividades nas escolas.

“É uma tragédia inexplicável. Estamos colocando todas as equipes para dar suporte às famílias. É algo que não tem explicação”, diz o prefeito.

Em entrevista à BandNews FM, o prefeito da cidade de Chapecó, ( cidade próxima de Saudades)  João Rodrigues (PSD), afirmou que o jovem é de uma família conhecida da cidade de Saudades e que seu ataque foi interrompido por populares.

“É um jovem de família muito boa, não se sabe se teve um desequilíbrio mental. Ele matou duas crianças, matou uma professora [números que depois subiram] e só não foi mais longe porque houve intervenção de um metalúrgico e de um pedreiro, que pegaram o garoto e o interromperam com golpes de barras de ferro”, afirmou João Rodrigues.

Veja quem são as vítimas:

  • Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, professora
  • Mirla Amanda Renner Costa, de 20 anos, agente educacional na escola
  • Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses
  • Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses
  • Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 meses

 

Outra criança, de 1 ano e 8 meses, também ficou ferida e precisou passar por cirurgia.

Após esfaquear três crianças e duas professoras, o jovem de 18 anos que desferiu os golpes cortou o próprio pescoço com a faca utilizada para matar as vítimas. As informações são do jornal O Globo.

Foto de duas professoras que morreram