Hotel usado para quarentena de coronavírus desaba na China e deixa 70 pessoas presas

Hotel usado para quarentena de coronavírus desaba na China e deixa 70 pessoas presas

XANGAI – Cerca de 70 pessoas ficaram presas neste sábado, 7, depois que um hotel usado para quarentena de coronavírus desabou na cidade chinesa de Quanzhou, na província de Fujian, informaram autoridades no site oficial da cidade.

Um vídeo publicado online mostrava equipes de resgate vestidas de laranja escalando montes de entulho. Não estava claro a altura do prédio antes de desabar, mas parecia haver propriedades comerciais no nível da rua.

O edifício desabou por volta das 11h30 (GMT) e 34 pessoas foram resgatadas nas duas horas seguintes, disseram as autoridades de Quanzhou.

O People’s Daily oficial disse que o hotel abriu em junho de 2018 com 80 quartos e estava sendo usado para colocar pessoas em quarentena durante o surto de coronavírus.

O governo da província de Fujian disse que, na sexta-feira, a província tinha 296 casos de coronavírus e 10.819 pessoas foram colocadas em observação após serem classificadas como suspeitas de contatos próximos.

Nenhuma razão foi dada para o colapso do hotel. A agência oficial de notícias Xinhua disse que o comitê responsável pela segurança do trabalho no Conselho de Estado, gabinete da China, enviou uma equipe de trabalho de emergência para o local. /REUTERS