A importância do Outubro Rosa

Outubro Rosa. Esse movimento nasceu na década de 1990, com o objetivo de estimular a participação da população no controle da doença.

Médica, a deputada Mariana Carvalho (RO- PSDB) explicou que um em cada três casos de câncer pode ser curado se for descoberto no início. Ela ressaltou que foi aprovado na Câmara um relatório de sua autoria sustando resolução do Ministério da Saúde, limitando o financiamento da mamografia pelo SUS às mulheres entre 50 e 69 anos. Em seu parecer, o acesso é ampliado para a faixa etária dos 40 anos.

“É preciso desfazer as crenças sobre o câncer. Prevenir é um ato de amor, com você, com seu corpo e com todos que te amam”, disse a parlamentar. Celebrado anualmente, o Outubro Rosa tem como finalidade compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Standard Podcast [ 2:16 ] Play in Popup | Download
O Instituto Nacional de Câncer (Inca) participa do movimento desde 2010, promovendo eventos técnicos, debates e apresentações sobre o tema, assim como produz materiais e outros recursos educativos para disseminar informações sobre prevenção e detecção precoce da doença. De acordo com dados do INCA, só em 2013 morreram 14 mil mulheres vítimas da doença. Para o Brasil, são esperados quase 58 mil novos casos neste ano.

Por sua vez, a deputada Geovania De Sá (SC-PSDB) afirmou que a prevenção é a melhor forma de detectar a doença e destacou a importância da participação do INCA. A tucana ressaltou que esse tipo de câncer é o mais comum, respondendo por 25% dos casos em cada ano.

Geovania explicou que a doença é relativamente rara antes dos 35 anos e que, acima dessa idade, sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Ela destacou que existem vários tipos de câncer de mama, alguns evoluem de forma rápida, outros não, e que a maioria dos casos tem bom prognóstico desde que seja detectado rapidamente. “Esperamos que todas as mulheres se conscientizem da importância da prevenção. Mulheres, estejam atentas”, disse da tribuna.

Divulgado no início deste mês, um levantamento inédito do INCA com pacientes do instituto revelou que as próprias mulheres identificam, na maior parte dos casos, sinais e sintomas do câncer de mama, incluindo doença em estágio inicial e intermediário, quando as chances de sobrevida são maiores.

Fonte: Site do PSDB