Ingerência de Bolsonaro na PF tem reações

“A ingerência política na Polícia Federal é perigosíssima, pois coloca o órgão totalmente a disposição do governante, que passa a se sentir a vontade para usá-la conforme seus interesses

Quando um governante retira do diretor geral a escolha dos cargos de comando do órgão, retira essa fatia de autonomia do gestor, passando por cima da hierarquia administrativa. Os cometários do presidente felizmente foram revistos, porém causaram bastante indignação porque mexem com algo que é muito caro à Polícia Federal, um órgão permanente de Estado, que deve ter autonomia, ser uma instituição livre de interferências do governante”

Tânia Prado- Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Federal em SP. e também diretora da Associação dos delegados da Polícia Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.