Inquérito de atos antidemocráticos - PF investiga repasses entre assessores de pasta de Damares

Inquérito de atos antidemocráticos  - PF investiga repasses entre assessores de pasta de Damares

A delegada Denisse Dias Ribeiro ouviu o depoimento da ex-secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do ministério, Sandra Terena, mulher do jornalista e blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio.

A PF questionou Sandra sobre repasses de Eustáquio a quatro funcionários Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, comandado por Damares Alves, e também sobre o pagamento que uma funcionária da pasta fez pelo aluguel de um imóvel onde Sandra Terena e o marido moravam em Brasília.
As informações foram publicadas pelo jornal O Globo e confirmadas pelo Estadão.

Damares e Bolsonaro juram que no seu governo nunca existiu corrupção. Há quem acredite…………….