INQUÉRITO ELEITORAL CONTRA FLÁVIO BOLSONARO VAI PROSSEGUIR, APESAR DA PF TER MANDADO ARQUIVAR

O inquérito eleitoral que investiga se o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) cometeu lavagem de dinheiro e falsidade ideológica eleitoral ao declarar seus bens para a Justiça Eleitoral não será arquivado, como pretendia a Polícia Federal (PF) na conclusão do inquérito, em março. O promotor Alexandre Themístocles, titular do Ministério Público do Rio (MP-RJ) junto à 204ª Zona Eleitoral (Santo Cristo), discordou do relatório da PF e vai dar sequência à investigação.