Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Irmãos confessam assassinato de Bruno e Dom na Amazônia, dizem fontes da PF à imprensa

De acordo com informações confirmadas ao UOL, O Globo e CNN por investigadores ligados ao caso, Amarildo, conhecido como ‘Pelado’, e Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como ‘Dos Santos’, confessaram o assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips.
A Polícia Federal apura se o desaparecimento da dupla na Amazônia, investigado desde 5 de junho, tem relação com a atividade de pesca ilegal na região. Uma busca para localizar os corpos e confirmar a versão dos irmãos, que estão em prisão temporária, foi iniciada no Vale do Javari
Preso após desaparecimento do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo Pereira, Amarildo Oliveira da Costa, conhecido como ‘Pelado’, disse em depoimento à Polícia Federal que o crime teria a participação de, pelo menos, uma terceira pessoa, além de seu irmão. A informação foi confirmada por fontes da PF e do Ministério da Justiça.
Área desprotegida:
A Terra Indígena do Vale do Javari tem apenas seis agentes da Força Nacional de Segurança Pública para atuar no patrulhamento da área de 85 mil quilômetros quadrados. A região é alvo de cartéis de drogas e armas que agem na fronteira do Brasil com Peru e Colômbia. Pelo  menos seis pedidos feitos neste ano ao governo para o reforço da proteção na região. Organizações criminosas usam os rios da região para o narcotráfico.