Itália - Centro - Direita de Berlusconi vence as eleições

A coalizão de centro-direita que une o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi com outros partidos de extrema-direita, desponta como vencedora das eleições gerais na Itália, segundo um pesquisa de boca de urna divulgada pelo canal público “RAI”.

A coalizão Forza Itália, de Berlusconi, conseguiria no Senado entre 13% e 16% dos votos e na Câmara de Deputados entre 12,5% e 15,5%.

A sua associada Liga Norte, teria entre 13% e 16% no Senado e 12,5% e 15,5% na Câmara; enquanto o Irmãos da Itália entre 4% e 6% no Senado e 3,5% na Câmara.

De acordo com pesquisa boca de urna citada pela Reuters, a coalizão de centro-direita deve obter entre 225 a 265 assentos na Câmara; o M5E, entre 195 a 235, e a coalizão de centro-esquerda, entre 115 a 155. Para garantir a maioria e formar o governo, é necessário um mínimo de 316 assentos.

Já as projeções para o Senado dão 36,5% à coalizão de centro-direita, 33,6% dos votos para o M5E e 18,3% para o Partido Democrático, de acordo com a Reuters.

á a coalizão de centro-esquerda, liderada pelo Partido Democrático, do ex-premiê Matteo Renzi, recebeu entre 24,5% e 27,5% dos votos, segundo a pesquisa. A margem de erro do levantamento é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

A votação foi encerrada às 23 horas de Roma (19 horas de Brasília), e foi marcada por longas filas e pelo clima de indecisão dos eleitores.