Janaina Paschoal pede a renúncia de Bolsonaro

A deputada estadual de São Paulo Janaina Paschoal (PSL), que apoiou a eleição de Jair Bolsonaro (sem partido) e quase foi sua candidata a vice, defendeu a renúncia do presidente nesta segunda-feira (18), no Ao Vivo em Casa, série de lives (transmissões ao vivo) da Folha de S.Paulo.

“As pessoas mais ponderadas, mais racionais, que o apoiaram e ainda torcem por ele [Bolsonaro], e eu me coloco entre essas pessoas, ficam numa situação difícil para defender. Porque é muita loucura”, afirmou a parlamentar.

“Quando é que o país vai ter um pouco de estabilidade, de tranquilidade? Mantendo esse comportamento, ele não tem condição [de permanecer].”

“Ele podia renunciar, né? Ele insiste nos erros”, disse ela, que em março já havia falado que o titular do Planalto deveria deixar o cargo.

“É muita ambiguidade. Tem quem diga que é para ele estar sempre em evidência e com isso a esquerda nem sequer aparece. Mas todo dia cansa. Ninguém aguenta mais”, completou. “Coloquei todas as esperanças e expectativas no presidente. Foi muito trabalho para tirar o PT, para elegê-lo.”