Juiz Sergio Moro aceita denúncia e Gim Argello vira réu na Lava Jato

juiz federal Sergio Moro aceitou nesta quinta-feira (9/8) a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-senador do Distrito Federal (DF) Jorge Afonso Argello, mais conhecido como Gim Argello. Ele está preso desde abril de 2016, no âmbito da Operação Lava Jato, acusado dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

A acusação afirma que o ex-parlamentar atuou para obstruir os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) instauradas no Senado e na Câmara dos Deputados em 2014. O objetivo de ambos os colegiados era apurar “fatos ilícitos cometidos contra a Petrobras”, conforme a peça acusatória do MPF. ( Metrópoles)