Juiz Sérgio Moro negou sete vezes que não entraria na política

Em artigo publicado na Folha a jornalista Mônica Bergamo mostra que o juiz Sèrgio Moro negou em sete oportunidades diferentes que não entraria para a política.

Em maio de 2016, o juiz Sérgio Moro foi perguntado em uma entrevista ao jornal O Estado de São Paulo se entraria na política e respondeu: “Jamais. Sou um homem de Justiça e, sem qualquer demérito, não sou um homem da política. Acho que a política é uma atividade importante, não tem nenhum demérito, muito pelo contrário, existe muito mérito em quem atua na política, mas eu sou um juiz, eu estou em outra realidade, outro tipo de trabalho, outro perfil. Então, não existe jamais esse risco”, declarou ao jornal O Estado de São Paulo.

Em 01/11 de 2018, Moro afirmou: “Fui convidado pelo senhor presidente eleito [Jair Bolsonaro] para ser nomeado ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite”
Nota divulgada pelo juiz federal Sergio Moro

232 juízes vão disputar a vaga de Moro na Lava Jato. A prioridade é para o juiz com mais tempo na magistratura. Ao aceitar o convite para ser ministro, ele abandona a Lava Jato e não poderá julgar processos. Lula ficou livre de Moro.