Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Juristas bolsonaristas pedem Estado de Defesa para retirar direitos democráticos

A Associação Nacional MP Pró-Sociedade, que representa um grupo de promotores e procuradores bolsonaristas, deram entrada com uma petição na Presidência da República nesta terça-feira (16) pedindo a instalação do Estado de Defesa e a “possibilidade” de intervenção federal em estados “em que se constate a incorreta aplicação de recursos orçamentários” que teriam sido destinados pelo governo Jair Bolsonaro.
“vergonhoso que haja juristas pedindo Estado de Defesa. Não existe outra palavra. O baixo apreço pela democracia e o fetiche autoritário gritam naqueles que confessam um constrangedor desconhecimento dos instrumentos constitucionais”
Afirmou no tuitter, Felipe Santa Cruz, presidente da OAB

“Tal providência concentraria nas mãos da União a coordenação dos rumos da pandemia, evitando-se os equívocos e desencontros de muitas das medidas adotadas pelas demais unidades da Federação (as quais estão suprimindo direitos individuais indisponíveis), podendo o Governo Federal se valer até mesmo da ocupação e do uso temporário de bens e serviços públicos de outros entes federativos”, diz a justificativa da petição.