Justiça do Paraguai mantém Ronaldinho Gaúcho em prisão domiciliar

A Quarta Câmara do Tribunal de Recursos indeferiu nesta sexta-feira um recurso pedido pela defesa dos irmãos, tornando definitiva a decisão do juiz paraguaio Mirko Valinotti.

Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto de Assis seguirão em prisão domiciliar no Paraguai.