Kassio Marques não fez pós graduação na Espanha como consta no currículo

Kassio Marques não fez pós graduação na Espanha como consta no currículo

O desembargador Kassio Marques admitiu ao senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) que não fez um curso de pós-graduação na Universidad de La Coruña, na Espanha. Como o Estadão revelou, a universidade afirmou que não oferece o curso informado pelo magistrado e destacou que ele foi aluno apenas de um curso com duração de cinco dias, em 2014.

Interlocutores de Bolsonaro disseram que Marques não foi escolhido por ter ou não esse curso no currículo. Um deles chegou mesmo a afirmar que o presidente não indicou o desembargador por esse “predicado”. A escolha, de acordo com auxiliares do presidente, foi fruto de uma articulação de Bolsonaro com líderes do Centrão e diversas forças políticas. ( Fonte Estadão0

UMA DOS REQUSITOS PARA SER MINISTRO É TER REPUTAÇÃO ILIBADA. MENTIR NO CURRÍCULO  NÃO É HONESTO

Ele alega que ocorreu erro na tradução………….

o jornalista Noblat, escreveu sobre o assunto no twitter:

“Em título de notícia, a Folha chama de “exageros” as mentiras descobertas no currículo de Kássio Nunes, nomeado por Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal. Mentira é mentira, ora. Rebaixá-la à condição de exagero é não saber distinguir entre uma coisa e outra, ou não querer.”