Limite de banda larga? Não se atrevam

Pouco menos de 24 horas depois do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, afirmar que a banda larga ganharia limite de dados até o final do ano, o grupo de hackers Anonymous afirmou em sua página oficial do Facebook que irá iniciar uma guerra contra as autoridades do setor. Segundo eles, o objetivo seria impedir que a medida prejudique os usuários.

Os hackers não especificaram o que seria feito para impedir a concretização da medida, no entanto deixaram clara a ameaça. “Acabou a novela. Ministro diz que haverá, sim, limite na internet fixa no Brasil. Chegou a hora da internet dizer aos novos governantes quem é que manda”, diz o texto publicado na rede social. “Não se atrevam.”

No ano passado, durante a discussão sobre limite de banda larga, o Anonymous se manifestou e invadiu o site da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), além de divulgar dados de vários executivos de operadoras ligadas à questão.

Início. A discussão sobre o limite de banda larga voltou a tona na última quinta-feira, 12, quando o ministro Kassab disse que a medida se tornaria realidade ainda em 2017. Em entrevista ao site Poder 360, o ministro afirmou que governo e Anatel estão discutindo flexibilização dos planos de banda larga fixa, abrindo a possibilidade para que as operadoras criem planos com limite no uso de dados – como já acontece na banda larga móvel. A afirmação, porém, foi negada pelo presidente da Anatel, Juarez Quadros, na tarde desta sexta-feira, 13. Segundo ele, o ministro cometeu um “equívoco” e não há planos de adotar a franquia no curto ou médio prazo. (AE)