Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Lira é cúmplice das loucuras de Bolsonaro por não pautar impeachment

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), declarou que o momento é de ‘colocar água na fervura’ .

Segundo Lira  o  presidente Jair Bolsonaro  precisa parar de questionar a legitimidade das urnas eletrônicas, mas não colocando o impeachment para ser votado.se torna cúmplice das loucuras do presidente que se alimenta de conflitos para inflamar o gado fiel a ele.

Em entrevista ao  jornalista Roberto D´Ávila na GloboNews ele disse:

O Legislativo precisava ter se colocado de maneira mais rápida, o Judiciário precisa demonstrar boa vontade e claramente mostrar que as urnas são confiáveis, alargando os sistemas de transparência e o presidente, definitivamente, precisa deixar de questionar essa legitimidade. É importante que todos se sentem à mesa”, respondeu Lira.

A Câmara rejeitou o voto impresso e esse assunto já está decidido e encerrado. Lira não entende ou faz de conta que não entende que Bolsonaro jamais vai parar de ser o que é: um criador de conflitos e inimigo das regras do jogo e do Estado de Direito. Lira é o coresponsável por essa situação porque tem o poder de colocar o impeachment em votação e se nega  a fazer isso.