Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

LIRA JÁ MANDA EM BOLSONARO E EM GUEDES

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), pressionou publicamente o governo para retomar o auxílio emergencial e afastou a possibilidade de condicionar o benefício à aprovação de propostas de cortes de gastos no Congresso.
ELE SERÁ BONECO DO CENTRÃO.

Presidente negou ter sido contra a vacina durante a pandemia e disse ainda que é favorável a imunização de sua mãe, de 93 anos; em várias ocasiões.
ELE MUDOU O DISCURSO? ELE NÃO ACREDITA NA VACINA, NÃO VAI TOMAR A VACINA E DEFENDE QUE A MÃE DELE SEJA VACINADA?

VOCES QUE APOIAM ESSE IDIOTA É MAIS IDIOTA DO QUE ELE

ELE DISSE QUE A VOLTA DO AUXILIO EMERGENCIAL QUEBRARIA O PAÍS. MAS COM A QUEDA NAS PESQUISAS
ELE PASSA A DEFENDER A VOLTA DO AUXÍLIO?