Macron diz ter provas de que armas químicas foram usadas em ataque na Síria

O presidente da França, Emmanoel Macron afirmou que possui provas de que a Síria usou armas químicas.

“Temos provas de que foram utilizadas armas químicas e que foi o regime quem as utilizou”, afirmou Macron para a emissora TF1. O líder disse que a intervenção deve estar destinada a impedir que Damasco volte a fazer uso dessas armas químicas, embora não tenha dado mais detalhes sobre o assunto.

Em contato “diário” com o presidente americano, Donald Trump, Macron garantiu que a intervenção na Síria estava destinada a lutar contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI), mas que o país “abriga várias guerras dentro da guerra” nas quais “nem tudo está permitido”.