Marqueteiro João Santana recebeu R$ 10 mi – Caixa Dois Campanha de Dilma

Marqueteiro do PT, que fez delação premiada com a Lava Jato, afirmou ao juiz Sérgio Moro que US$ 10 milhões registrados em planilhas da propina do grupo em nome de ‘Feira’ são valores que ele recebeu não contabilizados da campanha de 2010, pagos após acerto com Palocci e Lula

O delator João Santana, marqueteiro das campanhas dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014), confessou nesta terça-feira, 18, ao juiz federal Sérgio Moro, dos processos da Operação Lava Jato, em Curitiba, que os valores de US$ 10 milhões recebidos por ele em 2011 e 2012 da Odebrecht, em conta secreta na Suíça, foram referentes à dívida da campanha presidencial de 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.