Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Médico bolsonarista preso no Egito por assédio sexual

O Ministério do Interior egípcio anunciou que localizou e prendeu o médico e influenciador brasileiro Victor Sorrentino, que assediava uma vendedora egípcia durante uma viagem ao Egito.

Um vídeo de um influenciador e médico brasileiro chamado Victor Sorrentino tem andado pelo Brasil e Egito, onde o suposto médico respeitoso é visto assediando sexualmente uma muçulmana egípcia em português, o que ela não consegue entender.

Victor Sorrentino fez o vídeo durante sua viagem ao Egito em um bazar turístico onde a mulher estava vendendo papiro para ele, um material semelhante a papel que foi usado pelos antigos egípcios para escrever.

Sorrentino então perguntou a ela em Portugees: “Eles gostam muito. Long também é bom, certo?”. A vendedora, infelizmente, não entendeu as insinuações e começou a dizer “sim” e sorrir enquanto ele e seus amigos riram dela.

Ele então pergunta a ela: “Ok! maravilhoso. Você gosta do difícil, certo?”.
ASSÉDIO SEXUAL VERBAL
O artigo 306 do código penal egípcio declara que os culpados de assédio sexual verbal em um lugar privado ou público serão sentenciados a um mínimo de seis meses de prisão e multados em não menos de EGP 3.000.
(fonte: https://egyptianstreets.com/2018/08/18/what-is-the-punishment-for-sexual-harassment-in-egypt/)

Fonte: https://www.el-shai.com/