Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Ministério da Saúde usou MP da pandemia para produzir 04 milhões de comprimidos de cloroquina

O jornal Folha informou que o Ministério da Saúde solicitou a Fiocruz para a produzir de 4 milhões de comprimidos de cloroquina, e do antiviral Tamiflu com recursos emergenciais liberados a partir de uma MP (medida provisória) editada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2 de abril de 2020. (Lei do estado de emergência para o combate a Covid.

Um documento do Ministério da Saúde, enviado ao MPF (Ministério Público Federal) no dia 4 de fevereiro, aponta a distribuição de cloroquina produzida pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) a pacientes com Covid-19, e não dentro do programa nacional de controle da malária, como originalmente previsto.

O documento entra em contradição com afirmações do próprio Ministério da saúde, que afirmou à imprensa não ter concretizado a aquisição do medicamento para distribuí-lo dentro da política de combate ao novo coronavírus.

Informações da Folha de São Paulo