Ministro Barroso: "milícias digitais são uma versão contemporânea do autoritarismo"

Ministro Barroso: "milícias digitais são uma versão contemporânea do autoritarismo"

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou nesta segunda-feira (23) as milícias digitais são uma versão contemporânea do autoritarismo, “procurando destruir as instituições e golpeá-las criando um ambiente propício para a desmocratização”.

“Com muita frequência, muitas vezes mesmo nas democracias, há um esforço de desacreditar o processo eleitoral quando não favoreça essa crença, é o que hoje se observa segundo alguns atores nos EUA com a recusa de aceitação do resultado que já parece definido”, acrescentou, ao discursar no lançamento da draduação em Direito do Insper.