Ministro da Defesa quer acionar Justiça contra Gilmar Mendes

“A História comprova que as FFAA são o “povo fardado”. Cabe, portanto, ao Sr ministro Gilmar Mendes pensar melhor antes de manifestar-se a respeito do que elas têm feito por ele, o que, evidentemente, contrasta com o que tem sido produzido pelos membros da Corte que ele integra!” ( General Paulo Chagas)

A fala do ministro Gilmar Mendes, do STF, no sábado, associando os militares ao genocídio que caracteriza o comportamento do governo Bolsonaro para com a Covid-19 gerou reação da cúpula das Forças Armadas. O ministro da Defesa, general Fernando Azevedo, disse que avalia junto aos demais comandantes e à AGU medidas judiciais que podem ser tomadas contra Gilmar.