Morre o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, aos 41 anos vítima de câncer

Morre o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, aos 41 anos vítima de câncer

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) morreu neste domingo, aos 41 anos. Covas foi diagnosticado com câncer na cárdia, uma válvula entre o esôfago e o estômago em outubro de 2019 e vinha lutando contra a doença desde então. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, desde o último dia 2, quando pediu licença da prefeitura.

O prefeito será velado nesta tarde no Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo, às 13h, numa cerimônia reservada à família e amigos próximos. Depois, será levado para Santos, terra natal do prefeito.

Eleito na chapa do correligionário João Doria, foi alçado ao posto de prefeito quando o colega resolveu se candidatar ao governo do estado de São Paulo.

Foi reeleito no ano passado, enquanto se tratava da doença. Ele chegou ao segundo turno e venceu Guilherme Boulos, do PSOL, por 59,38% a 40,62% dos votos válidos.

Políticos de diversas correntes ideológica,  FHC, Lula, Dilma e Temer, representantes da esquerda como Gleisi Hoffmann, Eduardo Suplicy e Guilherme Boulos prestam homenagens ao ex-prefeito de São Paulo.