Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

MP quer atrapalhar a Campanha de Alckmin

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, criticou a abertura de um inquérito por parte do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) para investigar supostas irregularidades em decretos assinados quando era governador do Estado e que supostamente teriam beneficiado um sobrinho de sua esposa.

“O objetivo é só atrapalhar mesmo (a campanha eleitoral), é absolutamente irresponsável”, disse o tucano em entrevista concedida na manhã desta terça-feira à rádio Gaúcha. “Nós fizemos obras no Estado inteiro, estamos duplicando uma rodovia e tivemos 130 propriedades desapropriadas. Nunca soube quem eram os proprietários até que vejo uma matéria na imprensa falando que um sobrinho da minha mulher (foi beneficiado). Só que não tem sobrinho nenhum, mas a ex-esposa desse sobrinho, cuja família tinha propriedade lá. Eles eram casados em regime de separação total de bens e hoje não são mais”, rebateu o ex-governador