No altar da politicagem

 

O QUE O BRASIL TEM COM A IGREJA UNIVERSAL? (TV RECORD) GOVERNO USANDO $ PÚBLICO PARA CUIDAR DE INTERESSES PRIVADOS?
SIMPLES: A UNIVERSAL APOIA BOLSONARO.
AÇÃO CRIMINOSA DE BOLSONARO E SEU VICE., ELEITOREIRA. USANDO $ PÚBLICO PARA DEFENDER SEUS INTERESSES ELEITOREIROS.

COM A IMPROBIDADE ADMINITRATIVA DE MOURÃO, VIIAJANDO Á SERVIÇO DA IGREJA UNIVERSAL, CABE UMA AÇÃO PARA RETIRAR MOURÃO E BOLSONARO DA PRESIDÊNCIA..

Editorial do Estadão

O vice-presidente Hamilton Mourão foi a Angola para participar da reunião da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, mas, “por orientação do presidente” Jair Bolsonaro, aproveitou a viagem para tentar intervir num escândalo envolvendo a Igreja Universal do Reino de Deus. Ou seja, usou recursos públicos e sua posição institucional de Estado para cuidar de assuntos exclusivamente privados. Tudo isso a mando do chefe do Executivo.

E não foram assuntos quaisquer. A Universal passa por uma crise em Angola desde 2019, quando integrantes angolanos da igreja se rebelaram contra a direção brasileira da seita naquele país. Eles divulgaram um manifesto em que acusam o comando da Universal de lavagem de dinheiro, sonegação de impostos, associação criminosa e racismo. Em seguida, os angolanos tomaram parte dos templos e assumiram o controle da Universal no país.

Leia o artigo completo no Estadão