Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Novela armada de Jerffeson tem final feliz

O ex-deputado bolsonarista Roberto Jefferson se entregou à polícia neste domingo após atirar contra agentes da Polícia Federal que foram até sua casa cumprir um mandato de prisão contra ele na cidade de Comendador Levy Gasparian, no interior do Estado do Rio de Janeiro. Dois policiais foram feridos na ação.
O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes havia expedido o mandato de prisão contra o político depois que ele descumpriu medidas cautelares de sua prisão domiciliar. Depois dos tiros, Moraes expediu outro mandato determinando a prisão em flagrante de Roberto Jefferson.
O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que repudia as ações de Jefferson e pediu que o ministro da Justiça, Anderson Torres, fosse até o local. Enquanto isso, o ex-presidente Lula (PT) disse que o ataque cometido por Jefferson é uma “aberração”.
RESUMO:
POLICIAIS ESTÃO SÃO E SALVOS
A POLÍCIA FEDERAL NÃO ATIROU EM JEFFERSON E ELE NÃO SE TORNOU UM MÁRTIR, COMO PLANEJOU
O BOLSONARISMO NÃO CONSEGUIU REUNIR MEIA DÚZIA DE GATOS PINGADOS NA PORTA  DA CASA DE JEFFERSON.ELES QUERIAM CRIAR UMA COMOÇÃO NACIONAL,,QUERIAM CRIAR TUMULTOS PARA RESPONSABILIZAR O STF QUE SEGUNDO ELES, “COMETEU ABUSOS”
O MINISTRO DA JUSTIÇA NÃO CHEGOU A IR NA CASA DE JEFFERSON
JEFFERSON SE ENTREGOU.

“Parabéns pelo competente e profissional trabalho da Polícia Federal, orgulho de todos nós brasileiros e brasileiras. Inadmissível qualquer agressão contra os policiais. Me solidarizo com a agente Karina Oliveira e com o delegado Marcelo Vilella que foram, covardemente, feridos.”

Alexandre de Moraes

A atitude do presidente Bolsonaro,  em solicitar  ao ministro da justiça que fosse atá a casa do marginal Roberto Jefferon,  é um grande absurdo. Não existia nenhuma necessidade disso. A Polícia Federal precisava apenas cumprir a ordem judicial.

O ministro Alexandre de Moraes, emitou uma nova ordem de prisão e informando que devido a gravidade do fato ( tentativa de assassinar policiais) Jefferson deveria ser preso a qualquer momento independente do horário por ser flagrante.

Jefferon tentou se tornar um mártir de resistência contra o STF.

O presidente da Cãmara, Arthur Lira, postou a mensagem:

“O Brasil assiste estarrecido fatos que, neste domingo, atingiram o pico do absurdo. Em nome da Câmara, repudio toda reação violenta, armada ou com palavras, que ponham em risco as instituições e seus integrantes. Não admitiremos retrocessos ou atentados contra nossa democracia.”

JEFFERSON POSSUIA EM CASA. UM GRANDE ARSENAL DE ARMAS, INCLUSIVE, GRANADAS PRIVATIVAS DO EXÉRCITO.

NÃO ADIANTA BOLSONARO QUERER SE DESCOLAR DO MARGINAL ROBERTO JEFFERSON.
BOLSONARO RECUOU COM MEDO DE PERDER VOTOS….. O CIRCO NÃO DEU CERTO

DANIEL SILVEIRA TAMBÉM ESTAVA NA CASA DE JEFFERSON
LEMBRANDO QUE DANIEL SILVEIRA FOI ANISTIADO POR BOLSONARO