O CIRCO ARMADO E O MEDO DE LULA

Compartilho texto da advogada  Claudia Wild,  advogada, mora na Alemanha.  ” Existe uma dificuldade enorme em entender a mentalidade do brasileiro mediano, ainda que haja a compreensão acerca do déficit civilizatório tupiniquim, que adotou o atraso e a ignorância marxista como ideologia.
Transformar um  simples interrogatório em um espetáculo circense? Transformar um simples depoimento preliminar numa batalha eleitoreira?
___Com milhares de imbecis  e zumbis militantes fazendo papel de palhaço e defensores de um homem sem moral. Um homem pervertido e de caráter nada duvidoso. Um cidadão que teve TODA a oportunidade de fazer um bom governo e mostrar a legitimidade dos milhões de votos que recebeu em sua primeira eleição, mas que preferiu juntar-se ao suprassumo  do banditismo nacional  que dizia combater, e, fazer daquele banditismo uma escolinha infantil, tamanho seu talento para o crime.
Um bandoleiro que sempre explorou a boa-fé dos miseráveis e a ganância dos milionários, para que os dois o mantivessem no poder.
Um analfabeto que sempre se orgulhou da sua indigência intelectual e conduziu o Brasil para o buraco em que ele se encontra.
Um traidor do Brasil que saqueou seus cofres para nutrir seu projeto de poder, seus comparsas e ditaduras sangrentas, perpetuando a miséria e sofrimento do povo.
Um criminoso que tenta -com certo  êxito- acuar a justiça e a ordem pública, usando de suas repetidas mentiras como um salvo-conduto, exigindo uma absolvição sumária, já que o “deus-guru-injustiçado” está acima da Lei e a ela não deve qualquer obediência ou respeito.
Um mentiroso que se esconde atrás de pesquisas duvidosas para tentar voltar ao poder e agora se auto-projeta como um nobre mártir perseguido por seus opositores.
 Um homem já idoso, mas para o crime não há idade. E os bandidos  -assim como os canalhas- também envelhecem.
É só um ato processual e não um picadeiro para seu showzinho de quinta categoria, senhor Luiz Inácio Lula da Silva. Sua conversa não engana mais como antigamente. Mais cedo ou mais tarde terá exatamente o que merece e receberá a conta de todos seus crimes e pecados.
Se é tão  inocente, tem medo de quê?

Leave a Reply