O perigo da nova variante indiana a B.1.617

O perigo da nova variante indiana a  B.1.617

Os primeiros casos da variante indiana do vírus começam a aparecer em vários países. Ontem, Alemanha, Itália, Romênia e República Checa Espanha e Portugal.EUA (Califórnia),e no início do ano, e na da África do Sul.
A Índia é o novo epicentro da pandemia, superou neste sábado 400 mil novos casos de coronavírus em 24 horas, o primeiro país a atingir este número de contágios diários durante a pandemia. Nas últimas 24 horas foram registrados 401.993 novos casos, o que eleva o total de infectados desde o início da pandemia a 19,1 milhões. Também foram registrados 3.523.

Chamada B.1.617, é a variante culpada pela segunda onda na Índia

A Europa flexibiliza as restrições e ensaia uma retomada das atividades econômicas e o surgimento da variante ameaça um possível retrocesso nas liberações de atividades desses países, caso a nova variante aumente o número de mortes
Como no Brasil não tem restrições para entrada de pessoas vindos da Índia, corremos o risco de ter uma terceira onda, com essa variante.

O governo da Índia ignorou, no início de março, alertas de cientistas sobre uma cepa nova e mais contagiosa, informou neste sábado a agência Reuters citando cinco participantes de um fórum de consultores científicos de Nova Délhi e agora colhe os frutos com recordes de casos e de mortes.

Com as fronteiras abertas, o BRASIL PODE RECEBER A VARIANTE INDIANA QUE VAI CASAR COM A VARIANTE BRASILEIRA E GERAR UMA RESISTENTE A TODAS AS VACINAS,LEVANDO TODOS OS ESFORÇOS DO MUNDO PARA CONTER A COVID NO LIXO. VAI PRECISAR ANOS PARA CRIAR UMA NOVA VACINA. BRASIL AMEAÇA GLOBAL