O recurso de Cardoso ao STF É UMA PIADA

Cardozão votou à prancheta da impostura e agora recorre ao Supremo alegando que Cunha praticou “desvio de poder” quando, lá nos primórdios, aceitou a denúncia.

“Essa questão já foi enfrentada pelo Supremo numa Ação Direita de Inconstitucionalidade movida pelo PCdoB. E o governo já foi derrotado. A propósito: no rito originalmente proposto pelo próprio Cunha, CONTRA O QUAL O GOVERNO RECORREU POR INTERMÉDIO DO SEU ALIADO —, a decisão inicial do presidente da Câmara seria submetida a plenário caso parlamentares decidissem recorrer.

Foi o Supremo, ao redefinir o rito, quem bateu o martelo e determinou que se tratava de decisão monocrática: isto é, cabia a Cunha e ponto final! Foram nada menos de duas liminares nesse sentido: uma de Teori Zavascki e outra de Rosa Weber.” ( Reinaldo Azevedo)

SE A ACEITAÇÃO DO PROCESSO PUDESSE SER ANULADA. TODOS OS ATOS DE CUNHA DURANTE O PERÍODO EM QUE ELE OCUPOU A PRESIDÊNCIA DA CÂMARA , SERIAM ANULADOS…….. NÃO EXISTE A MENOR   CONDIÇÃO LEGAL DISSO SER FEITO.

IMPUGNAR TUDO QUE A CÂMARA FEZ DESDE 02/ 2015……??? ( JORGE RORIZ)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.