Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

O voto de Rosa Weber vai decidir porque não é previsível – Os próximos votos são conhecidos

Com um placar de 3 a 1 a favor da execução antecipada de pena, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quinta-feira, 24, o julgamento sobre a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. Após a leitura de quatro votos, a expectativa é em torno do entendimento da ministra Rosa Weber, que deve sinalizar o rumo das discussões. Próxima a votar, Rosa já se posicionou contra a execução provisória, mas tem seguido a atual jurisprudência do Supremo, que admite a medida, considerada uma das bandeiras da Lava Jato.

PREVISÃO DA VOTAÇÃO DO STF.

Gilmar Mendes, Toffoli, Lewandowski, Marco Aurélio, Celso de Mello, Rosa Weber e devem votar pelo fim da prisão em segunda instância.

Cármen, Fux, Fachin e Barroso, Alexandre, devem votar pela manutenção.

OBS: O VOTO IMPREVISÍVEL É O DE ROSA WEBER.
OS OUTROS DIFICILMENTE SERÁ DIFERENTE DO QUE ESTÁ ACIMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.