OCDE - Saída de Moro com acusações é grave

Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico ou Económico (OCDE)

“Ministros vão e vêm, isso não é problema para nós. Mas quando o ministro da Justiça faz acusações de interferência grave em seu trabalho de combate à corrupção, isso é sério e isso nos interessa. O Brasil vai ter que explicar o que está acontecendo (…).

Eu espero que, quando o ministro da Justiça renuncia acusando o presidente de condutas tão graves, haja alguém no Brasil que vai investigar as acusações do juiz Moro. E se forem todas verdadeiras, o presidente deve responder por condutas criminosas”, afirmou.

Drago Kos, chefe do grupo de trabalho anticorrupção da OCDE,

 

Moro é um símbolo no combate à corrupção, ele é um lutador, conhecido por fazer um trabalho em situações adversas. Isso quer dizer que deve ter havido uma razão muito forte, muito ruim” (pra deixar o governo) – Kos, chefe do grupo anticorrupção da OCDE