Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Omar Aziz quer cassar revogar decisão do STF que concede o direito de Wizard ficar calado

Com base em um habeas corpus concedido pelo STF, o empresáio, Wizard, decidiu não responder nenhuma pergunta da CPI. A comissão suspeita que ele faça parte de um grupo que teria aconselhado o presidente Jair Bolsonaro contra a adoção de medidas restritivas e indicando o uso de medicamentos sem eficácia comprovada, o que o empresário negou.

Rogério: “Essa é a CPI do circo”
Aziz: “e o senhor é o maior palhaço que tem aqui

É constrangedor o sorriso do Wizard ao falar das mortes, é humilhante, é tripudir sobre cadáveres. Teve oportunidade de contextualizar e se desculpar, mas optou pelo silêncio. Tem que responder por isso, sem dúvidas

O senador Omar Aziz, presidente da CPI da Pandemia, afirmou que vai recorrer da decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do STF, que concede o direito ao empresário Carlos Wizard de permanecer em silêncio durante a comissãoCW

Rogério Carvalho disse que pedirá ao MPF uma investigação sobre a responsabilidade de Carlos Wizard, por divulgar cloroquina, fazer lobby para vacinas e orientar campanha de desinformação. Rogério lembra que, se não fosse o consórcio de imprensa, não saberíamos o tamanho da tragédia da pandemia.

Alessandro Vieira diz que falta humildade a Wizard, ele acredita que seu patrimônio permite fazer “troça” com as mortes durante a pandemia. “Sua postura é incompatível com a vida que li”