Para burlar isolamento, Gleise passa a ser parte da defesa de Lula

Os advogados de Lula podem visitá-lo a qualquer hora. As visitas de amigos e familiares estão permitidas apenas uma vez por semana.

A Folha de S. Paulo diz que a porta-voz do presidiário, Gleisi Hoffmann, que é advogada, será incluída na lista de visitantes “como integrante da equipe de defesa de Lula”.

Na verdade Gleise é militante política e não atua como advogada. Será integrada a equipe da defesa apenas para burlar a proibição de mais visitas além de uma vez por semana

o artigo 30, do Estatuto da Advocacia, proíbe a membro do Poder Legislativo advogar contra empresa pública – a Petrobras é assistente de acusação do MPF no caso do triplex.

PARA FAZER  A ARMAÇÃO ELA TERÁ QUE RENUNCIAR AO MANDATO.