Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Pastora transava com filhos adotivos no primeiro dia da adoção

De acordo com um depoimento, um dos filhos adotivo conta que além de oferecer as mulheres como favores sexuais aos pastores estrangeiros, Flordelis mantinha relações com os filhos adotivos. A testemunha relatou que em seu primeiro dia morando na casa do bairro Rio Comprido, no Rio de Janeiro, ele recebeu uma visita da cantora gospel e os dois transaram.

O relacionamento continuou até ele conhecer a atual esposa, frequentadora do Ministério Flordelis.

A esposa do filho adotivo encontrou uma espécie de diário, onde ele contava detalhes dos cultos e do relacionamento com a mãe. Após a descoberta, ela fez com que ele cortasse de vez as relações com a mãe e o resto da família.

O marido assassinado também foi filho adotivo.

Leia mais aqui