Pedro Corrêa, Delcídio e outros delatores acusam Lula

O ex-presidente Lula aumentou a presença do PMDB dentro da Petrobras para evitar sofrer um processo de impeachment após a revelação do escândalo do mensalão e também para proteger um de seus filhos, Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, na investigação dos negócios entre a Gamecorp e a Telemar.

A afirmação é do senador cassado Delcídio Amaral em depoimento prestado à força-tarefa em Curitiba no último dia 31 de agosto

O ex-deputado federal Pedro Corrêa – condenado no mensalão e na Lava Jato – disse a investigadores que os dois esquemas são um só.