PEN retira ADI do STF, mas Kakay disse que entrou com outra ação

O presidente do PEN/Patriotas, Adilson Barroso, anunciou nesta terça-feira que destituiu Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, como advogado do partido para representá-lo em Ação Declaratória de Constitucionalidade que pode mudar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a prisão em segunda instância. De acordo com Adilson Barroso, Kakay deve ser notificado ainda nesta terça sobre a decisão.

Temos um pedido independente do PEN. Entrei com ele na segunda-feira para garantir o julgamento— explicou Kakay.

O novo advogado do PEN, Paulo Fernando Melo, vai apresentar ao STF um pedido de desistência da liminar destinada a soltar Lula.