Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

PF afirma que corte chega a R$ 151 milhões e põe sob ameaça operações

De acordo com a Polícia Federak, a tesourada prevista na proposta orçamentária contempla montantes necessários ao “desenvolvimento pleno de todas as atividades do órgão”.

Ainda segundo a Polícia Federal, o Ministério do Planejamento informou que vai aguardar a aprovação da Lei Orçamentária Anual no Congresso para providenciar a recomposição no orçamento.

“Em razão do corte orçamentário, o diretor-geral da PF reuniu-se com o Secretário Executivo do Ministério da Justiça, que já solicitou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão a reposição no orçamento, para que não ocorra nenhum prejuízo às operações e projetos de melhoria e desenvolvimento da PF”, diz a nota.

O  ministro da Justiça PETRALHA, José Eduardo Cardozo, DISCORDA dos polícia federal e diz que o corte  não afetará as investigações em curso no País, em especial a Lava Jato. “Não existe essa hipótese, isso é um factoide”, afirmou. O ministro admitiu, no entanto, que o corte é expressivo, “mas é equacionável”, afirmou Cardoso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.