PF prende Antônio Grecco, dono da Rodrimar

O empresário Antônio Celso Grecco, dono da Rodrimar, que atua no Porto de Santos, foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (29). Ele é investigado por supostamente ter sido beneficiado por um decreto assinado em 2017 pelo presidente Michel Temer sobre o setor de Portos.

A ordem de prisão temporária – cinco dias – contra o amigo do presidente Michel Temer (MDB) é do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal

De acordo com o G1, a PF tentou, inicialmente, localizar Grecco em Santos, mas o empresário só foi encontrado em Monte Alegre do Sul, no interior do estado.

SE NÃO EXISTEM PROVAS DE QUE A EMPRESA FOI BENEFICIADA, A PRISÃO É ILEGAL

O advogado de Grecco, Fabio Tofic, confirmou a detenção: “A prisão temporária está sendo usada da forma mais ilegal possível, para ver se a PF consegue a forceps encontrar crime onde, por mais que quisessem, nunca conseguiram encontrar”.