Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Piada do dia – Lula diz que é a pessoa mais honesto do mundo

“Se tem uma coisa que eu me orgulho, neste país, é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu. Nem dentro da Polícia Federal, nem dentro do Ministério Público, nem dentro da Igreja Católica, nem dentro da igreja evangélica. Pode ter igual, mas eu duvido”.

 

LULA DIZ QUE É MAIS HONESTO QUE O PAPA (IGREJA CATÓLICA) MAIS HONESTO DO QUE SÉRGIO MORO ( POLÍCIA FEDERAL) MAIS HONESTO DO QUE QUALQUER PASTOR DE IGREJA EVANGÉLICA.

ELE AINDA DÚVIDA QUE NAS CITADAS INSTITUIÇÕES,EXISTA UM COM  HONESTIDADE IGUAL A DELE. ADMITE QUE PODE TER ALGUÉM IGUAL A ELE, MELHOR QUE ELE, NÃO. E AO MESMO TEMPO DIZ QUE DUVÍDA QUE EXISTAALGUÉM IGUAL……

MAS ELE É SUSPEITO DE VÁRIOS CRIMES………….SUSPEITO INCLUSIVE DE SER O CHEFE DO MENSALÃO,DO MENSALÃO,DE TRÁFICO DE INFLUÊNCIA, JÁ FOI CITADO POR VÁRIOS DELATORES DA LAVA JATO.

ESSE MESMO LULA, DISSE QUE O MENSALÃO NUNCA EXISTIU. CONDENOU  O BOLSA ESCOLA E E DISSE TER TIRADO MILHÕES DA MISÉRIA ATRAVÉS DO BOLSA FAMÍLIA. CRIOU O FOME ZERO,  DISSE QUE O O BRASIL PRODUZIRIA OLÉO DE MAMONA PARA MOVIMENTAR OS MOTORES DOS AUTOMÔVEIS DO MUNDO,  DISSE QUE EMPRESTOU AO FMI, DISSE QUE O BRASIL  ERA AUTOSUFICIENTE EM PETRÓLEO, DISSE QUE O BRASIL ENTRARIA PARA A OPEP   ATRAVÉS DO PRÉ-SAL(QUE COM O PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS É FINANCEIRAMENTE  INVIÁVEL) , E ELE MESMO, EM UM VÍDEO, ASSUMIU QUE MENTIU…….LULA CHAMOU A CRISE FINANCEIRA INTERNACIONAL DE MAROLINHA  E DEPOIS USOU A CRISE PARA JUSTIFICAR O FRACASSO DA POLÍTICA ECONÔMICA.

HONESTO CHEGOU A CONVOCAR O “EXÉRCITO DO MST” PARA AS RUAS….( SÓ TEMOS UM EXÉRCITO) E O MST  É UM GRUPO NÃO LEGALIZADO QUE INVADE,DEPREDA, ASSALTA E MATA. EMBORA O GOVERNO CONSIDERE UM”MOVIMENTO SOCIAL”

O CARO LEITOR ACREDITA NA HONESTIDADE DE LULA?

SERÁ QUE O DESESPERO CHEGOU AO CÉREBRO?OU ELE ESTÁ DANDO SINAIS DE LOUCURA?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.