PM de Goías investiga chegada de bolivianos

 

A Polícia Militar de Goiás interceptou em Goiânia três ônibus vindos da Bolívia. A inteligência da PM acredita que os ônibus estavam levando manifestantes a Brasília para prestar apoio à presidente Dilma Rousseff no domingo.

Os ônibus se perderam na cidade. Abordados pela polícia, os motoristas disseram que levavam participantes para um congresso imobiliário. Exibiram, inclusive, um documento em que a viagem, sem o objetivo, é comunicada à Agência Nacional de Transporte Terrestre.

O policial que abordou a caravana informou o comando da PM que passageiros informaram que outros ônibus estariam indo para a capital federal vindos de países como Venezuela e Paraguai para participar dos atos pró-Dilma. ( Vera Magalhães – Veja)

Três ônibus foram abordados pela polícia na quinta-feira, 14, na Rua 9, na Praça do Sol, no Setor Oeste, porque estavam atrapalhando o trânsito (ele estariam no Hotel La Residente). Pôde-se perceber que estavam lotados de bolivianos.

Eles informaram que iam dormir em Goiânia e, em seguida, iriam para Brasília — para participar da movimentação contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Dois condutores dos ônibus são Julio Salazar Puma e Victor Hugo Mamani Mendo. Os veículos são oriundos de Santa Cruz, Bolívia.(jornalopcao.com.br)

Um dos motoristas dos três ônibus de bolivianos abordados pela PM goiana chama-se Jorge Choque Ventura. Sua habilitação foi emitida há menos de três meses, em 26 de janeiro de 2016.( Antagonista)

Leave a Reply