Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Podemos abre processo para expulsar a ex- mulher de Bolsonaro

A executiva nacional do Podemos decidiu representar ao Conselho de Ética do partido para abrir um processo de expulsão contra Ana Cristina Valle, ex-mulher do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL).

O partido lançou Alvaro Dias à Presidência. Mesmo assim, Ana Cristina, que usa o sobrenome do ex para concorrer a deputada federal, tem declarado apoio explícito a Bolsonaro. Na semana passada, reportagem da revista Veja mostrou que ela acusou o deputado de ocultar patrimônio e de furtar um cofre à época da separação.

Depois que o caso veio à tona, Ana disse que falou “inverdades” na época do divórcio. Já o candidato escreveu que “mais uma vez parte da mídia de sempre lança seus últimos ataques na vã tentativa” de desconstruí-lo.

A pouco menos de uma semana das eleições, Cristina não declarou qualquer despesa nem relacionou doadores de campanha ao Tribunal Superior Eleitoral. Antes de concorrer às eleições, ela ocupou entre janeiro e julho deste ano o cargo de chefe de gabinete do vereador Renan Marassi (PPS) na Câmara de Resende com vencimento bruto de R$ 5.869,28. (Com informações do jornal O Globo).