Poetisa norte-americana Louise Gluck ganha Prêmio Nobel de Literatura

Poetisa norte-americana Louise Gluck ganha Prêmio Nobel de Literatura

A poetisa norte-americana Louise Gluck venceu o Prêmio Nobel de Literatura de 2020 pela “sua inequívoca voz poética, que com austera beleza torna universal a existência individual”, disse a Academia Sueca nesta quinta-feira (8).

O prêmio de 10 milhões de coroas suecas (1,1 milhão de dólares) foi criado pelo empresário sueco e inventor da dinamite Alfred Nobel e é entregue desde 1901 por conquistas nas áreas das ciências, literatura e paz, de acordo com a vontade de Nobel.

A norte-americana não era uma das favoritas, mas tem um extenso currículo e estreou na poesia em 1968, com Primogênito, sua primeira obra lançada. Em 1993, ela ganhou o Pulitzer por A Íris Selvagem.  Atualmente, um dos nomes mais consagrados da literatura contemporânea dos EUA leciona na aclamada Universidade de Yale.

Formada na Escola de Artes da Universidade de Columbia, Louise Glück nasceu em 22 de abril de 1943, em Nova York. Ela já publicou 12 coleções ao longo da carreira e diversos ensaios individuais. Na lista de prêmios já recebidos, se encontram também o Bollingen, o Wallace Stevens Award e o Lannan Literary Award for Poetry.

L