Polícia Federal cumpre três mandados contra bolsonaristas

Polícia Federal cumpre três  mandados contra  bolsonaristas

A Polícia Federal deflagrou nesta 6ª feira (27.nov.2020) a operação Estabilidade, que investiga 1 grupo que fazia propaganda, em redes sociais, pedindo intervenção militar e a prisão de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

Foram cumpridos 3 mandados de busca e apreensão em Brasília (DF), Uberlândia (MG) e Taboão da Serra (SP). Um dos alvos é Renan Silva Sena, ex-funcionário do Ministério dos Direitos Humanos, demitido em 5 de maio depois de divulgar vídeo com ofensas a autoridades.

A investigação teve início após a publicação de vídeo realizado na frente do prédio do Supremo, por 2 dos investigados, em redes sociais, nas quais solicitavam intervenção militar e afastamento e prisão de 9 ministros do STF. Segundo a PF, com o aprofundamento das análises, “foi possível constatar a participação deles em diversos atos do tipo, inclusive com a arrecadação de fundos para financiar o movimento”.

Renan é protegido de Damares. Na porta do Palácio. ele ameaçou médicos e enfermeiros que faziam um protesto silencioso contra as mortes de Covid e a omissão do governo. Também é o narrador dos fogos direcionados ao STF. Será enquadrado na LEI DE SEGURANÇA NACIONAL.